Otorrino Paulista

Quando consultar um otorrinolaringologista? Venha descobrir!

Dores de cabeça, tonturas, dificuldade para ouvir. Esses são alguns dos sintomas que exigem a procura por um especialista. Por falar nisso, você sabe quando consultar um otorrinolaringologista? É de fundamental importância que toda e qualquer doença seja diagnosticada o mais precocemente possível para o sucesso do tratamento.

Porém, atentar aos sintomas também é essencial para buscar pelo médico adequado. Se você não tem se sentido muito bem e seu corpo dá sinais de que há algo errado com sua saúde, é a hora de ligar o sinal de alerta e procurar ajuda médica. Será que é o caso de agendar consulta com o otorrinolaringologista?

Neste artigo, você vai saber a resposta. Entenda o que faz esse especialista e em quais casos procurá-lo para tratar da sua saúde ou da saúde dos seus filhos!

O que é e o que faz o otorrinolaringologista?

O otorrinolaringologista é o médico especializado em diagnosticar e tratar as doenças nos ouvidos, no nariz e na garganta, tais como labirintite, otites, amigdalites, rinite, sinusite, desvio de septo e obstruções nasais. Casos considerados mais simples, como gripes e resfriados, também são do âmbito desses profissionais.

Entre as funções do otorrinolaringologista, vale mencionar a análise da audição, da deglutição, da respiração e da saúde da voz e das cordas vocais. A consulta regular com esse especialista é importante para o diagnóstico precoce e adequado de determinadas doenças, muitas delas sérias.

Certas enfermidades que afetam a estrutura dos ouvidos, por exemplo, podem ocasionar a surdez. Já sintomas como rouquidão recorrente indicam que há algo errado com a garganta; logo, o problema deve ser investigado o quanto antes. Quanto mais cedo o diagnóstico e o tratamento, maiores são as chances de reverter o quadro.

Quando consultar um otorrinolaringologista?

Afinal de contas, quando consultar um otorrinolaringologista? Listamos, a seguir, algumas situações que requerem a procura desse especialista. Veja!

Tonturas

A tontura frequente é sinal de problemas com o ouvido interno, ou as causas do sintoma podem ser neurológicas. Se a origem estiver relacionada a alguma doença no próprio órgão da audição, será necessário investigar para a realização de um tratamento individualizado, como uso de medicamentos, exercícios de reabilitação vestibular e mudanças nos hábitos de vida.

Dores de garganta

Está com dores de garganta que duram por mais de 15 dias? Se sim, a recomendação é agendar consulta com o otorrinolaringologista o quanto antes. Saiba que não é apenas a inflamação que causa esse sintoma. A dor pode ser sinal de algum problema grave na região ou até mesmo no trato digestivo superior ou nos seios da face. Fique alerta!

Sangramento no ouvido

O sangramento no ouvido é sinal de traumas ou enfermidades que afetam o ouvido médio ou externo. Tal quadro acomete algumas pessoas que viajam de avião, devido à diferença de pressão. O sintoma também sinaliza a presença de otites, tumores e distúrbios de coagulação, entre outras patologias.

Dificuldade para ouvir

As causas da dificuldade para ouvir também são multifatoriais, logo, é preciso se consultar com o otorrinolaringologista para investigá-las. A presença de cera no ouvido atrapalha a audição, porém, tal sintoma pode ainda ser indício de doenças graves. Na terceira idade, ele pode estar relacionado à presbiacusia, ou seja, a diminuição auditiva associada ao envelhecimento.

Dores de ouvido

Infecções, traumas e até mesmo a higiene inadequada provocam dores de ouvido. Mas o sintoma também está relacionado a outros problemas, como o barotrauma (ou seja, a mudança de pressão no momento em que o avião decola ou pousa), a neuralgia do trigêmeo (ocasionada por pressão sofrida no nervo trigêmeo) e o crescimento e desenvolvimento irregulares dos dentes ou dos ossos da face.

Obstrução nasal

Poucas coisas são tão desconfortáveis quanto sentir o nariz entupido ou congestionado, concorda? Em geral, tal condição nos acomete quando o nariz está inflamado, mas ela também sinaliza quadros alérgicos. Problemas como aumento da adenoide, nas crianças, e desvio de septo nasal também provocam a obstrução. Vale lembrar que o entupimento prejudica a qualidade da nossa respiração.

Zumbido

O zumbido é um dos sinais de perda auditiva. Além disso, ele pode indicar que o paciente está sofrendo de alguma doença relacionada ao equilíbrio, a qual atinge o labirinto. Mas há também outros diagnósticos possíveis. É fundamental buscar a ajuda de um especialista para investigar o sintoma e tratar adequadamente a enfermidade que o provoca.

Dores de cabeça

A dor de cabeça frequente é indício de algum problema no nariz, no ouvido ou na garganta. Muitas vezes, ela vem acompanhada de outros sintomas, como obstrução nasal, dores de ouvido ou de garganta, secreção nasal e episódios atuais de resfriado ou gripe. Um dos possíveis diagnósticos é a rinossinusite, um processo inflamatório que atinge os seios paranasais e a mucosa nasal.

Dores na face

As doenças dos seios da face, mais conhecidas como sinusite, provocam dores faciais. Além disso, podem resultar em perda de olfato, secreção no nariz e obstrução nasal. Em determinados casos, esse sintoma indica ainda um quadro de neuralgia facial. Apenas o especialista poderá realizar o diagnóstico acertado para aplicar o melhor tratamento.

Ronco

O ronco pode ser sinal de apneia do sono. Tal quadro é caracterizado por interrupções na respiração, que se repetem algumas vezes enquanto o indivíduo está dormindo. Em grande parte dos casos, quem é acometido pelo distúrbio não o percebe. Se a causa do problema for a congestão nasal provocada por rinite alérgica, por exemplo, o tratamento deverá ser feito com o otorrinolaringologista.

Existe otorrinolaringologista especializado em crianças?

Sim, o especialista que cuida da saúde do nariz, da garganta e dos ouvidos das crianças é o otorrinopediatra. Aliás, é importante realizar o acompanhamento desde os primeiros anos de vida até a adolescência, a fim de prevenir, identificar e tratar precocemente qualquer problema que venha a aparecer nesses órgãos do corpo.

O otorrino para crianças deve tratar doenças relacionadas à fala e à audição, por exemplo, proporcionando aos pequenos bem-estar e melhor qualidade de vida. Vale lembrar que qualquer distúrbio requer intervenção rápida, a fim de garantir o crescimento e o desenvolvimento saudáveis do público infantil.

A importância do otorrinopediatra estende-se a crianças que estão em idade escolar, pois qualquer distúrbio ou doença pode atrapalhar o aprendizado e a interação social com os colegas. Portanto, cabe aos pais cuidar para que seus filhos recebam o acompanhamento periódico do médico especializado.

Agora você sabe quando consultar um otorrinolaringologista. Recomendamos que procure por profissionais qualificados e com boa reputação no mercado, que tenham formação e experiência consistentes e sejam altamente especializados na área em que atuam. Assim, você receberá o atendimento humanizado que merece e terá acesso ao melhor que a medicina oferece na atualidade.

Está precisando de um otorrinolaringologista? Se sim, entre em contato com o consultório Otorrino Paulista e agende sua consulta já!

Compartilhe !

Agendar consulta
1
Agendar consulta
Olá! Quer ter mais informações para agendar sua consulta?