Otorrino Paulista

Entenda por que ocorre a perda de audição na terceira idade

Com o passar dos anos, é natural que a capacidade para escutar diminua. Logo, a perda de audição na terceira idade por causa do envelhecimento é algo que a maioria de nós vai experimentar. Tem até um termo médico para se referir ao assunto: presbiacusia.

Para que o idoso se sinta integrado, o apoio da família é fundamental. Do contrário, ele poderá se isolar e até mesmo ficar depressivo. Falar olhando diretamente para a pessoa idosa e em um tom mais alto é necessário para uma boa compreensão.

Além disso, a consulta com o otorrinolaringologista precisa ser feita para o acompanhamento apropriado do quadro. A depender de cada caso, o médico poderá recomendar o uso de aparelho auditivo para proporcionar melhor qualidade de vida ao paciente.

Neste post, entenda quais são as causas da perda de audição na terceira idade, os principais sintomas e o que fazer para prevenir o problema!

Quais as causas da perda de audição na terceira idade?

Geralmente, a partir dos 60 anos, o idoso começa a sentir os primeiros sinais da perda de audição. O principal fator para que isso ocorra são as alterações degenerativas no aparelho auditivo, no osso temporal e até mesmo no córtex cerebral que recebe os sons.

Em resumo, a presbiacusia é provocada pela morte das células localizadas no canal auditivo. É sabido que o fator genético é um componente que pode acelerar o processo, mas há outras causas para a perda de audição, como a exposição prolongada a altos ruídos.

As doenças crônicas, como hipertensão e diabetes, também estão relacionadas ao comprometimento da qualidade sonora em idosos. Por isso, a importância de se cuidar em todos os aspectos, a fim de proteger não só a audição, mas também a saúde do corpo todo.

Quais são os sintomas da presbiacusia?

É preciso observar os principais indícios da perda de audição na terceira idade. São eles:

  • queixa de zumbidos no ouvido;
  • o idoso pede para repetir o que os outros dizem, uma vez que não consegue ouvir com a mesma qualidade de antes;
  • quem está na terceira idade pode não compreender bem o que é falado ao telefone;
  • é comum, ainda, que a pessoa idosa passe a aumentar bastante o volume da televisão ou do rádio para entender o que é dito.

Como prevenir a perda auditiva?

A perda de audição na terceira idade tende a se agravar conforme o tempo passa, mas algumas práticas preventivas podem amenizar o problema. Saiba quais são elas:

Consulte o especialista

O médico precisa ser procurado para que o exame audiométrico seja feito. Assim, será possível avaliar a capacidade para a escuta e tomar os devidos cuidados para proteger a audição. O aparelho auditivo poderá ser recomendado se o especialista assim decidir.

Evite os ruídos altos

Desde jovem, é preciso evitar a exposição prolongada a ruídos intensos. Pessoas que trabalham em ambientes muito ruidosos devem utilizar protetores auriculares.

Vá ao médico periodicamente

A consulta periódica ao otorrinolaringologista é necessária para a avaliação da sáude auditiva. Lembre-se: a melhor forma de evitar problemas é por meio da prevenção.

Cuide da saúde

Uma vez que as causas da presbiacusia também estão relacionadas a problemas como diabetes e hipertensão, é preciso manter o controle dessas doenças para viver melhor e proteger a audição.

Dadas as dicas de prevenção, é importante reforçar que a perda de audição na terceira idade é algo natural. Portanto, é preciso saber lidar com a situação. A compreensão e o respeito com a pessoa idosa são fundamentais para que ela se sinta integrada à família e tenha melhor qualidade de vida.

Agora que você entendeu as causas da presbiacusia aproveite para descobrir qual a importância de realizar teste auditivo!

Compartilhe !

WhatsApp Agendar consulta