Otorrino Paulista

A otite média aguda é um problema de saúde frequente em pessoas que já apresentam resfriados ou alergia. Segundo o Dr. Cassiano Mangini (CRM 162380), ela é uma infecção no ouvido médio causada por um vírus ou bactéria. O seu principal sintoma é a dor de ouvido, mas a pessoa pode apresentar também tímpano avermelhado, perda de audição, náusea, coriza e dores abdominais.

Apesar de poder acontecer em qualquer fase da vida, ela é mais comum entre os três meses e três anos de idade. “Em crianças menores, as estruturas do ouvido médio ainda são imaturas, não funcionamento perfeitamente”, explica o Dr. Cassiano. O médico ainda completa que o diagnóstico é feito por meio de um exame do tímpano realizado por um otorrinolaringologista.

Tratamento

Depois de apresentar os sintomas, o primeiro passo é procurar um otorrinolaringologista. Lembre-se que a automedicação pode representar riscos à saúde. De acordo com Mangini, no tratamento da Otite Média Aguda são usados anti-inflamatórios e, em alguns casos, antibióticos. O otorrinolaringologista também pode receitar analgésicos para aliviar a dor de ouvido intensa.

Os adultos podem ser tratados com sprays nasais descongestionantes contendo fenilefrina ou descongestionantes por via oral e anti-histamínicos, que são aconselháveis para quem apresenta alergias. O fato da Otite Média Aguda bacteriana poder espalhar-se para outras estruturas, como mastoídeo e o ouvido interno, torna ainda mais necessária a consulta a um otorrinolaringologista. Além disso, esse problema de saúde pode ocasionar outros, por exemplo labirintite.

Uma dor de ouvido desse tipo pode ter, raramente, outros impactos mais graves à saúde. É possível que uma pessoa com Otite Média Aguda desenvolva uma meningite ou um acúmulo de pus no cérebro ou ao seu redor. Caso o paciente tenha dor de ouvido persistente, febre e tímpano saliente, o otorrinolaringologista pode realizar uma miringotomia (abertura no tímpano para permitir que o líquido do ouvido médio saia).

Como evitar

A principal maneira de evitar a Otite Média Aguda para o Dr. Cassiano é cuidando de condições pré-existentes e limpando as secreções nasais acumuladas advindas de graves resfriados ou alergias: “Um bom tratamento nasal, usar soro fisiológico e cuidar da rinite e da adenóide são formas eficientes para prevenção”.

Consultar um otorrinolaringologista quando sentir alguma dor de ouvido é uma forma de impedir que situação agrave-se. Também é importante realizar um acompanhamento médico após o fim do tratamento para garantir a normalização da situação. Assim, o risco de aparecer uma nova dor de ouvido é menor.

Em crianças, a amamentação diminui a ocorrência de Otite Média Aguda. O estudo dinamarquês “Risco de otite média na infância com foco em fatores potencialmente modificáveis”, publicado na US National Library of Medicine, comprovou queo aleitamento materno introduz ao bebê uma série de anticorpos, fortalecendo a sua saúde. No entanto, é importante evitar amamentar o bebê deitado, uma vez que isso pode facilitar a entrada de líquidos em sua tuba auditiva.

A vacina anual da gripe também previne uma dor de ouvido, pois ajuda o seu organismo a proteger-se contra 13 tipos diferentes da Streptococcus pneumoniae, uma das principais responsáveis pela Otite Média Aguda. Outra dica é não fumar nem ser um fumante passivo. A fumaça do cigarro irrita as vias aéreas, tornando mais provável que você sofra com uma dor de ouvido regular.

Agende uma consulta na Otorrino Paulista e faça sua avaliação.