Otorrino Paulista

Dor de ouvido é mais um sintoma do coronavírus? Entenda!

Covid-19, a doença causada pelo coronavírus, pode provocar problemas respiratórios leves, moderados ou graves. Quanto mais pessoas se preocupam com a sua letalidade e o risco de serem infectadas, maior cresce a busca por informações sobre a doença. Pela internet circula o boato de que dor de ouvido seria um novo sintoma da enfermidade, mas será que isso é verdade?

Quais os sintomas da Covid-19?

Os sintomas da Covid-19 são: tosse seca, cansaço, febre, inflamação na garganta, congestionamento nasal, dores no corpo, dificuldade para respirar e diarreia.

Dor de ouvido é um sintoma da Covid-19?

Dor de ouvido não é necessariamente um sintoma da doença. O otorrinolaringologista Fabiano Haddad Brandão disse que não existe nenhuma comprovação entre otite (infecção do ouvido médio) e coronavírus, mas pela orelha passam várias terminações nervosas que vão até a garganta. Ou seja, como a Covid pode apresentar inflamação da garganta, pode-se ter alguma dor irradiada para o ouvido. 

As causas são diversas, podendo estar ou não relacionadas ao sistema de audição. A situação de saúde das áreas próximas, como higiene inadequada, corpos estranhos, problemas no crescimento e desenvolvimento dos ossos da face e dos dentes, bruxismo, mudanças de pressão, pode influenciar muito e ser a responsável pelo incômodo. 

Dr. Fabiano disse que o estresse pode piorar ou causar distúrbios em nossas articulações temporomandibulares, que se encontram em região anterior e inferior das orelhas. Em períodos de tensão emocional e ansiedade, disfunções nessas articulações por aumento do ranger dos dentes, força da mordida e travamentos podem causar dores irradiadas para os ouvidos.

Quando devo procurar ajuda?

Uma dor no ouvido rápida e momentânea pode ser considerada algo simples e normal, ocasionada até mesmo pelo uso inadequado dos fones de ouvido. Porém, caso seja acompanhada de febre, vertigem, tontura ou dores de cabeça, deve-se procurar ajuda médica. Se piorar nas primeiras 28 horas ou seguir febre maior que 38ºC, é preciso marcar uma consulta o quanto antes.

 “Se o indivíduo apresentar dor de ouvido em conjunto com dor de garganta ou com sintomas gripais, procure atendimento médico e mantenha-se isolado por 14 dias”, reafirma Fabiano.

O que posso fazer para aliviar a dor de ouvido?

Às vezes, a consulta pode demorar. Sendo assim, como aliviar a dor enquanto o problema não é solucionado?

* Faça compressas quentes ou frias: uma bolsa de água morna ou uma toalha aquecida ou com gelo sobre a orelha podem trazer alívio. Tenha cuidado para que não entre água no ouvido. Não mantenha por mais de 20 minutos, a fim de evitar o congelamento ou a lesão da pele.

* Preste atenção à mastigação: tente distribuir o alimento e mastigá-lo com os dois lados da boca. Desta maneira, você divide a pressão entre os ouvidos e não sobrecarrega nenhum deles

* Beba bastante água: caso as dores sejam acompanhadas de tontura, é uma situação comum em quadros de desidratação. Por essa razão, beber água será a solução imediata a ser tomada para tratar o problema.

* Mastigue e boceje: essas ações de movimento da articulação temporomandibular ajudam a regularizar a pressão interna do ouvido e a diminuir a dor.

Como pode ser o tratamento para a dor de ouvido?

Acompanhamento médico é essencial, independentemente da origem da dor ou da medicação administrada. Somente um especialista entenderá o quadro clínico do paciente para fazer as melhores indicações, resultando em um tratamento eficaz para o paciente, uma vez que poderá identificar a origem do problema e oferecer remédios que realmente tenham a ver com as queixas. Entretanto, existem algumas dicas que podem ser executadas:

 * Anti-inflamatórios: com isso, será possível minimizar os sintomas apresentados e oferecer uma sensação de alívio até que a inflamação acabe.

* Antitérmicos: os antitérmicos trabalham para que a temperatura do corpo seja reduzida, além de proporcionarem uma sensação de bem-estar.

* Analgésicos: eles trabalham para bloquear as sensações que estão provocando o incômodo antes mesmo delas chegarem ao cérebro.

Está precisando cuidar da saúde? Então, aproveite a visita ao blog e entre em contato com o consultório Otorrino Paulista agora mesmo! Estamos prontos para atender você com o melhor que a medicina oferece nos dias atuais!

Compartilhe !

Agendar consulta
1
Agendar consulta
Olá! Quer ter mais informações para agendar sua consulta?