Conheça 5 doenças infantis tratadas pelo otorrino pediatra

Existem certas doenças infantis relacionadas ao ouvido, às vias nasais e à garganta, que não podem ser tratadas por um pediatra qualquer, sendo assim, para esses casos, existe a otorrinopediatria​.

A razão de somente profissionais da pediatria conseguirem tratar de doenças infantis está no fato de que essas doenças, comuns na infância, afetam as partes do corpo que fazem parte da competência de um otorrinolaringologista. Entretanto, há também a preocupação de ter um profissional adequado para atender as crianças, pois elas possuem estruturas mais frágeis e que demandam maiores cuidados.

Nesse cenário, entram os otorrinos pediatras, que tratam das doenças infantis comuns de ouvido, de vias nasais e de garganta. Assim, é possível conciliar tratamento adequado para tais áreas e a possibilidade um cuidado maior pelo fato de os pacientes serem crianças, o que demanda uma maior atenção.

O que é um otorrino pediatra?

O otorrino pediatra ou otorrino infantil é um médico com especialização em otorrinolaringologia que tem o foco no estudo e na aplicação de técnicas em crianças com doenças infantis​ ​relacionadas ao ouvido, nariz e garganta.

É de suma importância a existência do otorrino infantil, pelo fato das crianças demandarem maiores cuidados devido à fragilidade de suas estruturas corporais. Dessa maneira, a visita a um otorrino que não seja especializado no atendimento ao público infantil pode não ser eficaz para o tratamento das doenças infantis que exijam o cuidado de um otorrinolaringologista.

Além disso, a existência do otorrino pediatra é extremamente válida, uma vez que os pediatras podem não apresentar todas as competências necessárias para o tratamento de doenças infantis de ouvido, nariz e garganta.

Doenças infantis tratadas pelo otorrino pediatra

Algumas doenças infantis precisam ser tratadas por um otorrino pediatra. Sendo elas frequentes ou não, essas doenças que atacam a garganta, nariz e ouvido precisam do olhar de um médico especializado em otorrinolaringologia.

Otites de repetição

A otite de repetição é uma doença bastante comum, principalmente em crianças. Trata-se de uma inflamação causada, majoritariamente, por líquido ou muco do ouvido mal drenado.

Geralmente, a otite de repetição recebe esse nome por ser uma doença que acontece com frequência. Porém, mesmo sendo comum, é sempre importante estar atento a seus sintomas e o ideal é tratá-la para que o paciente não tenha complicações causadas por ela.

A otite pode acontecer em qualquer uma das três partes do ouvido (interno, externo ou médio) e pode ser derivado de algum tipo de alergia, ação bacteriana ou viral.

Distúrbios da audição

Quando se trata de crianças, os distúrbios da audição podem não ser totalmente identificados de primeira, principalmente quando essas crianças são mais novas. Esse fato acontece, principalmente, pois as crianças não conseguem se comunicar de forma eficaz. Sendo assim, os pais ou responsáveis não conseguem identificar problemas de saúde que elas possam ter.

Esses distúrbios da audição podem causar uma perda de audição parcial, mediana ou total, que podem ser temporárias ou permanentes. O grau do distúrbio depende da gravidade do problema e da forma como o tratamento será conduzido.

Os distúrbios da audição podem ser causados por fatores cognitivos, como infecções de ouvido mais graves, tímpano perfurado, fratura em ossos do ouvido, ou até mesmo por fatores neurossensoriais causados pelos nervos do ouvido que não conseguem transmitir a mensagem do som para que o cérebro interprete. Os casos neurossensoriais geralmente são causados por fatores genéticos, assim, as crianças podem nascer com problemas auditivos ou desenvolver ao longo do tempo.

Para detectar distúrbios auditivos, é preciso estar atento aos sinais e sintomas, tais como a falta de resposta da criança a barulhos ou sons, a fala atrasada e a falta de percepção do ambiente que ela está inserida.

Sinusites de repetição

A sinusite de repetição é chamada assim por ser uma doença que acontece com certa frequência. Ela se configura como uma inflamação nos seios da face. E quando crianças apresentam essa doença, pode ser que a inflamação seja no etmoide (osso atrás do nariz), pelo fato de as cavidades dos seios da face ainda não estarem completamente formadas.

A sinusite de repetição pode causar nas crianças sintomas como tosse, nariz entupido, perda de apetite e dores de cabeça. Apesar de ser uma doença comum que pode ser tratada em casa com soro fisiológico, é de suma importância que os pais levem a criança ao otorrino pediatra, para que ele investigue a possibilidade da sinusite evoluir para doenças mais perigosas e verifique se a adenóide é um dos fatores que está contribuindo para o avanço e a constância da sinusite.

Rinite

A rinite, muitas vezes, é confundida com a sinusite, porque essas doenças apresentam sintomas semelhantes, como nariz entupido, dor de cabeça, espirros e tosses. Além disso, a rinite também é uma inflamação mucosa nasal.

A rinite se diferencia da sinusite pelas causas e, portanto, o processo inflamatório também acontece de forma diferente nessas duas doenças. A rinite pode ser de origem infecciosa – causada por bactérias ou vírus -, de origem alérgica – causada por alguma alergia do indivíduo que está com a rinite – e a de origem não infecciosa e não alérgica – que são causadas por fatores externos a agentes irritantes.

A rinite é uma doença muito comum em crianças, principalmente na fase em que elas começam a frequentar creches e escolas e a se relacionar com outras pessoas, fora do convívio familiar. Essa troca de ambientes pode causar infecções e estímulos às alergias. Além disso, elas podem entrar em contato com agentes que podem causar irritações e causar rinite.

Amigdalites recorrentes

A amigdalite é uma doença infecciosa que acomete a faringe e/ou as amígdalas, dessa forma, seu principal sintoma é a dor de garganta. A criança também pode ter febre, vomitar e sentir dificuldade para comer.

As amigdalites recorrentes podem aparecer com frequência, principalmente em crianças. Elas, geralmente, são causadas por infecções bacterianas ou virais e é de suma importância a consulta ao médico para que ele possa identificar a causa e prescrever o melhor medicamento para o tratamento da mesma.

Por que é importante levar a criança ao otorrinolaringologista?

É extremamente importante que crianças visitem otorrinolaringologistas pediátricas pelo fato desses profissionais conseguirem tratar as doenças infantis no ouvido, garganta e nariz com maior eficácia. Assim, é possível que essas doenças infantis não sejam constantes.

Além disso, a visita frequente a um otorrino pediatra faz com que ele consiga detectar as doenças de forma rápida e, assim, o tratamento será mais eficaz. ​A Otorrino Paulista tem o melhor time de otorrinolaringologistas para atender você e sua criança com carinho e dedicação.

As doenças infantis que acometem nariz e garganta devem ser tratadas por otorrinolaringologistas pediatras para que recebam um tratamento de qualidade. Para saber mais sobre cuidados com a saúde, entre em contato com a Otorrino Paulista, clínica especializada em Otorrinolaringologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como posso te ajudar
Enviar WhatsApp