Otorrino Paulista

Tire suas dúvidas sobre o coronavírus!

O novo coronavírus surgiu na China em dezembro de 2019 e logo espalhou-se para todo o planeta. Nesse momento, é importante ficar alerta às recomendações dos órgãos de saúde para evitar o aumento do contágio e, consequentemente, o colapso do sistema de saúde e um maior número de mortes.

Quem tem dúvidas sobre o coronavírus precisa buscar informações em fontes confiáveis, até mesmo porque fake news em relação à doença são disseminadas na internet e nas redes sociais. Enquanto não há uma vacina ou um medicamento que combata a enfermidade, o melhor a fazer é se prevenir e manter o isolamento social.

Elaboramos este conteúdo para tirar dúvida sobre o coronavírus e garantir que você e sua família se protejam da doença. Confira!

O que é coronavírus?

É um vírus que, em geral, provoca doenças respiratórias leves a moderadas, parecidas com o resfriado comum. Porém, alguns tipos levam a enfermidades graves. Entre elas, vale citar a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS) e a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS).

O que é o novo coronavírus?

O novo coronavírus é o vírus descoberto na China em dezembro de 2019, que logo espalhou-se para os mais diversos lugares do planeta, incluindo o Brasil. Assim como os outros tipos, ele provoca doença respiratória, podendo ser leve, moderada ou grave. A doença que esse novo tipo de vírus desencadeia foi batizada de Covid-19.

Quais são os sintomas da Covid-19?

Os principais sintomas da Covid-19 são:

  • tosse seca;
  • cansaço;
  • febre;
  • inflamação na garganta;
  • congestionamento nasal;
  • dores no corpo;
  • dificuldade para respirar;
  • diarreia.

Tais sintomas podem estar ou não associados ao Covid-19.

Como a doença é transmitida?

São três as formas de contágio. Veja!

Por contato físico

Por meio do contato com uma pessoa contaminada (abraço e beijos, por exemplo), gotículas do vírus podem atingir as mucosas (do nariz, dos olhos e da boca), levando à infecção.

Por contato com superfícies contaminadas

Quando um indivíduo infectado espirra, as gotículas podem atingir determinado local, como o botão do elevador. Se uma pessoa tocar nessa superfície e levar a mão à boca, ao nariz ou aos olhos, ela é contaminada.

Por vias respiratórias

O vírus também provoca a contaminação por meio do ar, proveniente da fala com pessoas infectadas e devido a gotículas decorrentes do espirro.

Como é feito o diagnóstico?

É realizada a coleta de materiais respiratórios (aspiração das vias aéreas ou indução de escarro). O exame de contraprova, feito por um laboratório de referência, é necessário para confirmar a doença.

Qual a forma de tratamento?

Não há tratamento específico, nem mesmo vacina, contra a Covid-19. Portanto, o tratamento é feito de acordo com os sintomas de cada paciente. No caso de o resultado dar positivo, o Ministério da Saúde recomenda repouso e ingestão de bastante água.

Os médicos costumam receitar antitérmicos e analgésicos para combater a dor e a febre. Para amenizar a dor de garganta e a tosse, uma saída é utilizar umidificador no quarto ou tomar banho quente. A Organização Mundial da Saúde (OMS) alerta que antibióticos não devem ser usados para combater o novo coronavírus, afinal, eles são eficazes contra infecções bacterianas, não virais. Em casos mais graves, a internação hospitalar é necessária.

Como se prevenir contra o novo coronavírus?

Veja algumas medidas importantes para se prevenir contra o novo coronavírus:

  • fazer a higienização das mãos com frequência e rigor, assim como de superfícies como móveis, maçanetas e corrimãos;
  • evitar tocar as mucosas da boca, do nariz e dos olhos;
  • manter o ambiente ventilado;
  • não fazer o compartilhamento de itens pessoais (talheres, copos e toalhas, por exemplo);
  • evitar contato com pessoas com os sintomas da doença;
  • manter distância mínima de um metro das pessoas, mesmo quando estiver na rua.

E então, conseguiu tirar dúvida sobre o coronavírus? No Brasil, já são centenas de mortes e milhares de casos confirmados, o que leva as autoridades e os órgãos de saúde a recomendarem o isolamento social como forma de conter o contágio. É importante, ainda, seguir as orientações do Ministério da Saúde e da OMS até que a pandemia por Covid-19 cesse.

Se este post foi útil para você, compartilhe-o em suas redes sociais para que mais pessoas fiquem alertas em relação ao novo coronavírus!

Compartilhe !

Agendar consulta
1
Agendar consulta
Olá! Quer ter mais informações para agendar sua consulta?