Otorrino Paulista

Dormir de boca aberta: principais causas e soluções práticas

Dormir de boca aberta é muito comum, principalmente durante a infância e quando estamos com nariz entupido. Todavia, essa prática gera alguns desconfortos como boca seca e travesseiro babado. Incomodadas pela situação, algumas pessoas tentam obter respostas recorrendo a vários sites. As pesquisas por “dormir de boca aberta o que fazer”, no entanto, nem sempre conseguem esclarecer todas as dúvidas.

Por isso, reunimos aqui as principais causas e soluções práticas para esse hábito!

O que leva uma pessoa a dormir de boca aberta?

A razão mais comum para que uma pessoa durma de boca aberta é que ela esteja tentando respirar pela boca devido à alguma dificuldade do nariz. As principais causas dessa dificuldade são os problemas respiratórios como rinite, alergias, gripe e resfriado. Há também outras menos recorrentes como desvio no septo nasal, geralmente provocado por lesões, inchaço nas amígdalas e nas adenoides, tumores, alteração no desenvolvimento de ossos, no nariz e no maxilar.

Respirar pela boca compromete a saúde?

A saúde bucal e até mesmo a corporal são afetadas. Segundo um estudo da Universidade de Otago, Nova Zelândia, respirar pela boca diminui o pH da região, criando um ambiente propício para cáries e colaborando para a erosão do esmalte dos dentes. Além disso, podem ocorrer problemas na gengiva como gengivite, alterações na dentição e na anatomia do rosto, dificuldade de concentração, infecções respiratórias, crise de asma e de bronquite.

Quais os sinais de uma pessoa que dorme de boca aberta?

O primeiro passo para evitar o problema é saber se você sofre dele. Essa, contudo, não é uma tarefa fácil para alguns indivíduos, por exemplo quem mora sozinho, pois eles não dispõem do olhar atento de outra pessoa. Por isso, vale atentar-se aos sinais a seguir: quem tem o hábito de respirar pela boca pode apresentar lábios secos e frequentemente afastados, tosse seca, mau hálito, diminuição do olfato e paladar, falta de ar e flacidez do lábio inferior. Travesseiro babado também é um indicativo.

Para quem não mora sozinho, uma forma mais fácil de descobrir é perguntar ao outro se você ronca. Claro que o ronco pode estar associado a outros problemas respiratórios, porém ele continua sendo um bom indicador de que uma pessoa respira pela boca.

Quais as soluções?

Se o problema é decorrente de causas mais graves como desvio no septo, por exemplo, uma cirurgia será necessária. Nesses casos, é importante procurar pela orientação de um profissional da área de rinologia, ramo da otorrinolaringologia que cuida dos problemas das vias aéreas superiores.

Por outro lado, as causas mais brandas podem contar com soluções práticas que podem ser feitas na sua própria casa. Algumas delas são:

  • Mantenha-se hidratado: água é essencial para manter todo o organismo em equilíbrio, e na respiração não é diferente. Quando respiramos, estamos realizando trocas gasosas que dependem de, entre outras coisas, água. Então, crie o hábito de beber, no mínimo, dois litros do líquido por dia;
  • Realize atividades físicas que trabalhem a respiração. A prática de alguns esportes como natação auxiliam a respiração porque fortalecem os pulmões. Assim, você passará a respirar melhor pelo nariz;
  • Evite causadores de alergia como pelos de animais e poeira: como já listamos, as alergias estão entre as principais causas da respiração pela boca. Portanto, ficar longe do que possa provocar uma crise alérgica é muito importante;
  • Evite fumar e consumir bebidas alcoólicas. Esses dois hábitos obstruem o nariz, impedindo a passagem de ar. O álcool ainda provoca o relaxamento da musculatura, piorando a situação. Se sentir que precisa de ajuda para isso, procure um especialista.

É essencial lembrar que essas soluções apenas contribuem para uma melhor respiração. Elas não resolvem de forma definitiva o problema de quem dorme com a boca aberta. Portanto, caso não funcionem com você, procure um médico especializado como o Dr. Fabiano Haddad Brandão, na clínica Otorrino Paulista.

Compartilhe !

Agendar consulta
1
Agendar consulta
Olá! Quer ter mais informações para agendar sua consulta?