Síndrome do respirador oral: o que é?

Você sabe o que é a síndrome do respirador oral? Com este nome mais específico e restrito aos profissionais da área da saúde, em especial aos médicos otorrinos, pode ser um pouco mais complicado de conhecer. Mas a síndrome do respirador oral é mais comum do que imaginamos. 

A síndrome do respirador oral se caracteriza pela substituição da respiração pela via nasal, dando preferência à respiração por meio oral. De forma simplificada, podemos dizer que a síndrome do respirador oral é quando deixamos de respirar pelo nariz e passamos a respirar pela boca. 

Muitas vezes, podemos experienciar essa troca de vias em nossa respiração, por exemplo quando estamos doentes ou resfriados e temos algum tipo de obstrução nasal. No entanto, quando isso acontece com muita frequência, é indicado que a pessoa vá ao médico otorrino fazer um acompanhamento. 

Portanto, vamos conversar sobre a importância que devemos dar à síndrome do respirador oral e como ela pode afetar nossa saúde.

O que é a síndrome do respirador oral?

Questão frequentemente encontrada em consultórios de otorrinos, a síndrome do respirador oral é a substituição da respiração nasal de forma exclusiva pela respiração oral ou mista. 

É possível dizer que a síndrome do respirador oral é um problema quando o paciente prioriza a maior parte de sua respiração pelo meio oral (boca), quando comparado ao meio nasal (nariz).

Essa condição de saúde é comumente causada por obstruções nasais que impedem que a pessoa respire normalmente pelo nariz, exatamente como acontece quando estamos resfriados, por exemplo. Mas, no caso da síndrome do respirador nasal, a situação acontece com mais frequência, podendo complicar a saúde do paciente. 

Nestes casos, as obstruções nasais podem ser causadas por rinites alérgicas e o aumento das amígdalas e adenóides, que são tecidos de dentro do nariz. 

Principais sintomas da síndrome do respirador nasal

A pessoa que sofre com a síndrome do respirador nasal tem sua qualidade de vida muito comprometida. 

Os principais sintomas podem ser: dormir frequentemente de boca aberta, excesso de salivação, rinite alérgica e má-qualidade no sono, apresentando agitação, distúrbio e até mesmo roncos e apnéias.

Quando a síndrome do respirador nasal se apresenta em crianças, pode ser identificada principalmente por alterações na mastigação, fonação, fala e deglutição.  

Se você identificou um ou mais sintomas de síndrome do respirador nasal em você ou alguém de sua família, não exite em procurar um médico especialista! 

Por que ela é um problema?

Podemos pensar que, se somos capazes fisiologicamente de respirar tanto pelo nariz quanto pela boca, não deve haver nenhum mal em fazê-lo, certo? Vamos ver que não é bem assim. 

Você pode perceber que, quando não temos nenhuma obstrução nasal, por exemplo, quando estamos sem nenhum resfriado, naturalmente respiramos pelo nariz. Apenas vamos respirar pela boca caso haja algum problema nas vias nasais. Ou seja, respirar pela boca não é necessariamente natural, apesar de possível. 

Nosso nariz é estruturado de maneira que o ar que entra não, simplesmente, entra em um tubo (traqueia) e vai parar em nossos pulmões possibilitando que respiramos, mas o ar que entra pelas vias nasais são filtrados, aquecidos e umidificados ao ser inspirado. 

Assim, quando respiramos pela boca, o ar não passa por nenhuma dessas quatro etapas que são de extrema importância para nossa saúde e sistema respiratório. Além de aumentar as chances de entrar algum vírus ou bactéria que não vai ser filtrado, nossa laringe e traquéia que vão transportar o ar podem ser gravemente comprometidas. 

Dessa forma, é muito comum que pessoas que têm a síndrome do respirador oral fiquem doentes e resfriadas com mais frequência. Tendo também tendências a desenvolver complicações na traquéia e laringe. 

O que ela pode causar?

Além das questões já mencionadas, como a maior probabilidade de ficar resfriado e desenvolver questões de saúde na região da laringe e traquéia, a síndrome do respirador oral vai causar consequências de acordo com o tempo e intensidade que o paciente sofre com a condição. 

A síndrome do respirador oral pode causar alterações na estrutura craniofacial, nas funções de mastigação, deglutição e fonação, na nutrição, postura, sono e até mesmo no aprendizado do indivíduo. Dessa forma, é possível observar que a síndrome do respirador oral atinge a qualidade de vida do paciente como um todo. 

Como tratar?

A síndrome do respirador oral tem tratamento e essa é a boa notícia que a Otorrino Paulista traz pra você que sofre dessa condição!

Mais uma vez, o tratamento também vai ser individual e dependerá da intensidade da síndrome em você. Desde o início da desconfiança a partir de alguns sintomas, como os que mencionamos aqui, é necessário um acompanhamento clínico da situação.

O médico especialista irá na raiz do problema para combater a causa da síndrome do respirador oral e ajudará com exercícios para reabilitação das sequelas que a síndrome causa. Caso o diagnóstico seja confirmado pelo seu médico e você tenha dúvidas, não deixe de perguntar ao seu médico quais exercícios para respirador oral ele pode te passar. Essas atividades são essenciais na recuperação da sua qualidade de vida, afinal, são uma espécie de terapia para respirador oral

Assim, não deixe de procurar um otorrino! Preze pela sua saúde, pois ela é muito importante! A síndrome do respirador oral é um problema sério de saúde que acomete diversas pessoas, as quais, nem sempre sabem que sua qualidade de vida e saúde estão sendo prejudicadas pelo simples ato de trocar a via nasal pela oral na respiração. Por isso, é de extrema importância que o profissional de saúde seja procurado e exposto a todos os sintomas de seu paciente. 

Se você gostou deste conteúdo sobre síndrome do respirador oral, siga acompanhando o Otorrino Paulista. Somos uma clínica médica, especializada em Otorrinolaringologia que preza pelo cuidado e manutenção da saúde de nossos pacientes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Como posso te ajudar
Enviar WhatsApp