Entenda o alerta para o Julho Verde

É comum encontrar campanhas que vinculam uma cor a cada mês, buscando a conscientização da população para o combate de doenças e problemas na sociedade. Esse papel foi estabelecido por ONGs e grupos da sociedade para ajudar na quebra de preconceitos e realmente ampliar a prevenção de certas doenças. 

Estas ações já promoveram resultados muito positivos. Já é perceptível a mudança de comportamento do público alvo de cada campanha. E o mês de julho já tem sua cor, o verde.

Confira, agora, nosso artigo explicando sobre o que é o Julho Verde!

Entenda o que é Julho Verde

O Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço é comemorado no dia 27 de julho.

Câncer de cabeça e pescoço INCA

Para reforçar a ideia, foi lançada a campanha Julho Verde pela Sociedade de Cirurgia de Cabeça e Pescoço (SBCCP) e a Seção de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca) em 2016. 

Objetivo da campanha julho verde

O principal  objetivo da campanha é aumentar a prevenção e a conscientização sobre câncer (câncer de cabeça e pescoço INCA) e a urgência da implementação de políticas públicas por parte das autoridades de saúde. A campanha deste ano contará com lives, cursos, reuniões, congressos e diversas outras atividades que ajudem na conscientização e orientação da população e profissionais da saúde.

Câncer cabeça e pescoço INCA

Atualmente, esse tipo de câncer atinge cerca de 10 mil pessoas por ano aqui no Brasil e é o quinto mais incidente no país.  Durante a pandemia do coronavírus, muitas pessoas deixaram de lado as medidas de prevenção, por medo. Então, agora, mais do que nunca, é o momento de se atentar a qualquer pequeno indício ou detalhe peculiar na sua saúde.

Um dos maiores problemas para o tratamento desse tipo de câncer é o diagnóstico tardio que dificulta a cura. Por isso, ressaltamos aqui a importância de sempre fazer um acompanhamento preventivo com um otorrino e todos os outros médicos.

Tipos de câncer

O câncer de cabeça e pescoço é uma denominação mais abrangente de todos os tipos de câncer que se localizam na  boca, língua, palato mole e duro, gengivas, bochechas, amígdalas, faringe, laringe, esôfago, tireoide e seios paranasais.

Para os homens, fica um alerta especial, uma vez que o câncer de boca, laringe e demais localidades é o segundo mais frequente, atrás apenas do câncer de próstata. Já nas mulheres o de tireoide é o quinto mais comum dentre todos os outros tipos.

Esses tipos de câncer podem ser derivados por consequência do uso excessivo de cigarro e bebidas alcoólicas. Mas, de umas décadas para cá, outro fator se tornou mais comum: a infecção pelo vírus HPV.

Médicos recomendam que qualquer lesão que dure mais de três semanas na região da boca e da garganta deve ser investigada por algum profissional especializado nesta área. Conheça, também, alguns outros sintomas mais gerais:

  • Aparecimento de algum nódulo;
  • Ferimento que não cicatriza;
  • Dor de garganta contínua;
  • Dificuldade na deglutição;
  • Rouquidão;
  • Dor de cabeça;
  • Falta de equilíbrio;
  • Visão turva ou embaçada;
  • Mancha branca e/ou vermelha na gengiva, língua ou boca.

Algumas medidas de prevenção

Como já foi dito anteriormente, é fundamental que haja um acompanhamento médico sempre. Mas, também, existem algumas outras maneiras que podem ajudar nessa prevenção, como:

  • Evitar o uso de cigarro;
  • Evitar ou consumir moderadamente bebidas alcoólicas;
  • Ter uma alimentação muito bem balanceada e com a presença de frutas, verduras e legumes;
  • Manter uma boa higiene bucal; 
  • Usar preservativos durante o ato do sexo oral;
  • Aderir a vacinação do HPV para os meninos de 11 a 14 anos e meninas de 9 a 14 anos;
  • Usar protetor solar e evitar exposição ao sol nos períodos de maior intensidade, principalmente pessoas que tenham a pele mais claras.

Alguns desses sintomas podem ser causas de alguma outra doença, por isso a necessidade de se procurar um médico que saiba direcionar para os cuidados corretos o quanto antes.

O tratamento do câncer

Quando diagnosticado no início, o câncer de pescoço e cabeça são altamente curáveis. Com o avanço da tecnologia atrelada à medicina, já é possível tratar de alguns casos sem a realização de operações cirúrgicas, como o caso da radio e quimioterapia.

Mas, também, é importante que o paciente tenha em mente que cada caso deve ser analisado separadamente e com o acompanhamento de um profissional especializado.

Alguns mitos sobre o câncer de cabeça e pescoço

  • Enxaguantes bucais NÃO provocam câncer de boca e garganta. Os especialistas apenas recomendam que se evite enxaguantes bucais feitos à base de álcool.
  • A baixa de fumantes NÃO diminuiu os casos de câncer. Essa relação não foi direta, pois como visto anteriormente, o número de casos diagnosticados, relacionados diretamente com o vírus do HPV, vem aumentando o número de pacientes com tumores na cabeça e no pescoço.
  • Próteses dentárias NÃO influenciam no processo de aparecimento do câncer. Mas é preciso muita atenção. Se sua prótese estiver solta e machucando a região, pode causar uma outra lesão que pode vir a se desenvolver, tornando-se um câncer.
  • O processo cirúrgico de retirada da laringe NÃO impede que o paciente volte a falar normalmente. Com a medicina evoluindo, cada dia mais, a tendência é que surjam novos métodos que contribuam para manter a normalidade. Atualmente, já existem métodos que possibilitam que o paciente que realizou a cirurgia de retirada da laringe volte a falar normalmente como a prótese traqueoesofágica, a eletrolaringe e a voz esofágica.
  • O câncer de cabeça NÃO atinge exclusivamente homens. Apesar de se existir um histórico de que homens estavam mais predispostos a esse tipo de câncer por apresentarem maior número de fumantes, atualmente, essa afirmação não está correta. As mulheres já fazem parte dos índices, tendo em vista o crescimento do tabagismo nesse grupo, além do aumento do números de câncer de tireoide que são causados principalmente por variações hormonais.

    Portanto, atente-se aos detalhes e recorra ao médico caso tenha algum desses sintomas. Mas além disso, proteja-se antes mesmo de precisar! Vá fazer seus exames preventivos, independente do seu sexo. Cuide da sua saúde, cuide da sua vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como posso te ajudar
Send via WhatsApp