Retrognatismo mandibular: Saiba o que é e como tratar

O encaixe das arcadas dentárias irá depender dos ossos da pessoa. O ideal seria que o maxilar superior possibilitasse que os dentes superiores cubrissem de forma parcial os inferiores, mas há situações em que ocorre um desencontro das arcadas, como no retrognatismo mandibular.

Esse problema gera muitos danos para a estética do indivíduo, visto que o queixo parece estar “para dentro”, em outras palavras, existe uma projeção da região para trás. Ademais, isso exerce influência na funcionalidade das arcadas e pode levar a dificuldades mais graves, como disfunções da ATM e complicações na mastigação ou na fala.

Assim, é essencial o devido diagnóstico do retrognatismo mandibular para que o tratamento se inicie, e é esse o assunto deste artigo. Continue lendo para saber mais informações sobre esse problema e como é seu tratamento. 

Retrognatismo Mandibular: O que é e como tratar

O Retrognatismo Mandibular nada mais é que uma desarmonia facial associada aos ossos e dentes da mandíbula e maxila. Pode ser caracterizado pela insuficiência de crescimento mandibular em relação à maxila (arcada superior), o que dá ao paciente o aspecto de “queixo pequeno”, e a face fica com uma aparência convexa. 

Como a parte inferior da face não é muito projetada, a região do nariz acaba tornando-se mais proeminente, o que dá a falsa impressão de nariz grande, além do excesso de tecidos moles (papada) na parte do pescoço, pela carência de suporte ósseo. 

Como o avanço da mandíbula é o agente responsável por harmonizar o terço inferior da face com o nariz e pescoço, algumas vezes, os problemas estéticos são tão sérios a ponto de conseguirem impactar de forma direta o psicólogo do indivíduo e acabar com sua autoestima especialmente em fase escolar, o que pode acabar dificultando o convívio social.

Deformidades dentofaciais, como o retrognatismo mandibular, quando presentes na fase adulta, podem levar a complicações na articulação temporomandibular (ATM) que regularmente se revela em cefaleias contínuas, dores na coluna cervical, dores na mastigação, problemas de deglutição, além de dificuldade respiratória (ronco e apneia), estalidos e crepitação nos ouvidos, perdas dentárias prematuras, entre outros. 

Existe um bom número de pacientes que continuam em tratamento ortodôntico durante muitos anos sem o devido diagnóstico, tentando fazer o tratamento de posição dentária, quando o seu real problema é no esqueleto. Em quase todas as situações a cirurgia ortognática é solicitada como tratamento assertivo para os problemas mencionados. 

Por que pode ocorrer retrognatismo?

As causas do retrognatismo mandibular são variadas, sendo que na grande maioria das vezes, o desenvolvimento de uma das disfunções é atribuído a fatores genéticos e hereditários. Em contrapartida, aspectos funcionais também podem influenciar diretamente para o desenvolvimento do problema. Veja quais são eles:

  • Costume de chupar os dedos ou chupeta;
  • Alterações respiratórias, como a respiração bucal;
  • Desvio da funcionalidade da face;
  • Agentes hormonais, traumatismos e más-formações congênitas também podem estar relacionadas aos motivos do prognatismo.

Então, em situações em que existe algum membro da família que possua um quadro de retrognatismo mandibular, o melhor a se fazer é ficar atento ao desenvolvimento do maxilar das crianças. Isso porque, por ser uma alteração genética, ela pode surgir a qualquer instante, e quanto mais cedo for realizado o diagnóstico, melhor será para o paciente.

Tratamento Retrognatismo Mandibular

O tratamento possui fases distintas. Em primeiro lugar, o paciente deve ir em busca de  ortodontista e o cirurgião buco-maxilo-facial para a identificação do diagnóstico e do plano de tratamento.

O tratamento começa com a correção ortodôntica visando posicionar os dentes da forma correta nos maxilares. A duração dessa fase depende da  complexidade dos problemas dentários, aproximadamente o tempo é de 12 a 24 meses.

Estando finalizada a fase ortodôntica da pré-cirurgia, inicia-se o planejamento cirúrgico definitivo, com base nos resultados clínicos adquiridos com a correção dentária e em traçado cefalométrico a partir da radiografia de perfil atual do paciente. Este procedimento é realizado pelo médico cirurgião e discutido com o ortodontista e paciente. 

Nessa fase cirúrgica, é realizada a correção do posicionamento dos ossos maxilares. Esta correção pode ser feita na mandíbula, maxila ou nos dois ossos, isso vai depender do diagnóstico de cada paciente. O objetivo primordial do procedimento é adquirir o equilíbrio funcional mastigatório, melhorar as funções respiratória e articular, além de obter a harmonia estética facial.

A cirurgia é feita sob anestesia geral, necessariamente em um hospital, visto que a internação ocorre no mesmo dia da cirurgia e a alta hospitalar geralmente 24 horas depois do ato cirúrgico. 

Como a Otorrino Paulista pode te ajudar a realizar seu sonho de alcançar a harmonia estética facial?

A Otorrino Paulista é um consultório cuja especialidade é a medicina, sendo formada por profissionais de alta competência que tem como objetivo cuidar do próximo com o máximo de humanismo e clareza possível, tendo como assistência o melhor que a medicina nos oferece nos dias de hoje. 

O consultório conta com uma equipe de especialistas de diferentes áreas, desde otorrinolaringologia até endocrinologia e cardiologia. Ademais, a Otorrino Paulista contém todos os equipamentos e materiais necessários para você realizar consultas e alguns exames;  além do acompanhamento humanizado no pós-cirúrgico. 

Tendo como localização, uma das principais, senão a principal avenida de São Paulo: avenida Paulista, a Otorrino Paulista conta com uma estrutura moderna, equipe bem qualificada e capacitada e o atendimento humanizado e otimizado que todos precisam para se sentirem bem acolhidos e serem atendidos satisfatoriamente. 

O corpo clínico da Otorrino Paulista e seus sócios são membros da Sociedade Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL) e da Associação Paulista de Medicina (APM). Isso quer dizer que sim, é uma clínica de confiança!

Por fim, na Otorrino Paulista você consegue agendar sua consulta de inúmeras formas, incluindo a forma remota, ou online (fica a seu critério escolher como chamá-la). Além disso, há também outras especialidades como endocrinologia, cardiologia, clínica  médica, entre outras, para que você consiga obter um diagnóstico completo e íntegro sobre  a sua procura inicial. Esses são alguns destaques que se referem a consultas: 

  • Agendamento online;
  • Presencial ou Telemedicina;
  • Estrutura moderna.

O que você está esperando? Agende sua consulta agora e realize o tratamento do seu retrognatismo mandibular para mudar de vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Como posso te ajudar
Enviar WhatsApp